A Igreja da Madalena

Esse templo grego tão desejado por Napoleão situa-se no centro da praça, reputada por suas lojas de luxo e sua gastronomia.

X
Book your stay
1 Adulto
0-11 anos
0-3 anos
Sem custos para as crianças de menos de 12 anos de idade
Entre em contato com a nossa recepção
para maiores informações
+33 (0)1 42 61 50 28 Custo das ligações locais
L'eglise de la madeleine à paris - Hôtel Mansart paris

O Hotel Mansart o convida a descobrir esse templo grego tão desejado por Napoleão, bem como sua praça, reputada por suas lojas de luxo e sua gastronomia, em pleno coração de Paris no estilo haussmaniano. Situada entre a praça da Concórdia e a Ópera Garnier, e entre a Praça Vendôme e o Palácio do Eliseu, a praça da Madalena, com sua igreja em pleno centro, abriga mercearias de luxo, como Fauchon ou Hédiard.

A igreja da Madalena 

Originalmente, o monumento fora um projeto desejado por Luís XV e desenhado pelo arquiteto de Ivry, que se inspirou na Igreja dos Inválidos. Quando do falecimento do arquiteto, seu sucessor pediu para reexaminar a planta e construir um edifício baseado no Panteão. O projeto não fora concretizado porque Napoleão I desejava construir no local um edifício em homenagem à glória do Grande Exército. O monumento perdeu sua dimensão comemorativa com a edificação do famoso Arco do Triunfo. Finalmente, foi Luís XVIII quem atribuíra a virtude religiosa atual do monumento. As trocas sucessivas de função do monumento explicam seus traços atípicos, mais frequentemente associados a um templo grego do que a uma igreja. Do lado de fora, 52 colunas corintianas de 20 metros de altura sustentam o edifício.

Na entrada podemos admirar as imponentes portas de bronze, obra do escultor francês Triqueti. Dentro da igreja encontra-se um afresco suntuoso, situado na altura da meia abóboda do coral, obra de Ziegler, aluno de Ingres. Trata-se do único afresco presente dentro de uma igreja da capital representando Napoleão. Um belo órgão, realizado por Aristide Cavaillé-Coll em 1846, ainda está à disposição dos músicos para os concertos de música clássica, organizados ao longo do ano.


A praça da Madalena, ao lado do Hotel Mansart

Situada a somente 7 minutos a pé do Hotel Mansart, a praça da Madalena, que deve seu nome à igreja situada ao centro, é famosa por suas lojas de luxo e sua gastronomia requintada. Nesta antiga feira de flores ainda bem presente, marcas especializadas de mercearia fina coabitam em harmonia, tais como Fauchon, Hédiard, Caviar Kaspia, ou ainda, a Maison de la Truffe (Casa da Trufa).

Marcel Proust, que prestou homenagem a esse prazer gastronômico, habitou ao número 9 desta praça, assim como Jean Cocteau ou ainda Jean Marais. Hoje, o imóvel de número 9 fora ornamentado com esculturas de Jean-Baptiste-Jules Klagmann. Dentro de uma passagem coberta, a galeria da Madalena vem ligar a praça da Concórdia à Rua Boissy-d’Anglas.

 

Os favoritos da equipe

Lucas Carton
« Restaurante histórico da praça da Madalena que passou de uma gastronomia tradicional a um menu contemporâneo, ao mesmo tempo que soube preservar sua qualidade e a paixão pela comida e pelas associações perfeitas de sabores. »
9 place de la Madeleine – 75008 Paris
De terça-feira ao sábado, das 12h às 14h15 e das 19h30 às 22h15
Visite o website
Hermès
« Uma verdadeira instituição, esta loja apresenta as coleções da marca de luxo francesa em 4 andares ! Um must em matéria de artigos de couro e um serviço atencioso. A loja dispõe de um espaço selaria, pois trata-se, de fato, da vocação original da marca. »
24, rue du Faubourg Saint Honoré – 75008 Paris
Visite o website