A Arte No Hotel

Arte no hotel ? Descubra a bela coleção de arte do Hotel Mansart.

X
Book your stay
1 Adulto
0-11 anos
0-3 anos
Sem custos para as crianças de menos de 12 anos de idade
Entre em contato com a nossa recepção
para maiores informações
+33 (0)1 42 61 50 28 Custo das ligações locais

L'art à l'Hôtel Mansart

 

Desde a sua criação, no início da década de 1980, os hotéis Esprit de France são intimamente vinculados ao patrimônio e à arte, fundamentos da sua identidade.

 

A coleção de arte do Hotel Mansart, enriquecida com cerca de 120 peças, tem por objetivo deleitar o olhar de cada cliente com uma peça única e original. Este conjunto de quadros e gravuras de época, de esculturas e de peças de mobiliário encontra-se exposto nos quartos e nas áreas comuns. Na intimidade do seu quarto, você desfrutará do imenso privilégio de admirar uma obra autêntica durante toda a sua estadia. Como referência intrínseca à história do hotel, o Retrato de Eugênia de Montijo e o Retrato de Napoleão III, um conjunto de dois óleos sobre tela luminosos, coabitam no quarto que acolhera, no final do século XVIII, o joalheiro da coroa que realizara suas joias.

 

 

 

Hotel 4 étoiles à Paris - L'art à l'Hôtel Mansart

 

Cenas mitológicas - « Alphée poursuivant Arétuse » (Alfeu perseguindo Aretusa) , « Narcisse se mirant dans une fontaine » (Narciso admirando-se numa fonte) ou ainda « Le char de Bacchus » (A carruagem de Baco) - coabitam sabiamente junto a cenas da vida quotidiana - « Le doux sommeil » (O doce sono) , « La bonne mère » (A boa mãe) , « Le baiser » (O beijo)  e « L’essai du corset » (O ensaio do corpete) - em meio a uma bela harmonia, sob o olhar maravilhado de retratos inspirados, tais como « Le portrait de femme en Cérès » (Retrato de mulher em Cérès) , um belo quadro oval da escola italiana do século XVIII, ou ainda, o « Gentilhomme en habit bleu tenant un billet » (Cavalheiro vestido de azul segurando um bilhete). Agora cabe a você contar suas próprias histórias sobre a vida desses personagens... Na sala do café da manhã, um discreto retrato de Mansart vem criar um elo entre o lugar e sua história.


Uma exceção, todavia, encontra-se presente em meio a esta coleção de arte antiga: no lance de escadas do hall de entrada podemos admirar uma bela escultura de Georges JeanClos, realizada para a coleção do nosso hotel e intitulada « Esprit de France » (Espírito da França), sendo ele um dos maiores escultores da segunda metade do século XX.